COORDENADOR DO PROGRAMA CIDADANIA RURAL DIVULGA RESULTADO OFICIAL DO EVENTO REALIZADO NO 11 DE MAIO



         Antecipadamente, o que ficou revelado ainda, e de que; quando a qualidade dos agentes públicos deixa ser dominado pelo sentimento de humanidade, grandeza e humildade; quando as empresas privadas abrem mão, de porcentagem mínima de seus lucros, e profissionais de diversas áreas, transforma seu conhecimento adquirido, nos tão sofridos bancos das faculdades, em atitude solidaria em prol da comunidade, o resultado e surpreendente.

            O Projeto do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, denominado como – Cidadania Rural, teve como força propulsora, o braço do Sindicato dos Produtores Rurais de Espigão do Oeste, que através de grandes parcerias, proporcionou a comunidade – o dia do bem, onde todos foram atendidos, sem distinção; Moradores da zona rural e urbana, pois, com agregação de múltiplos parceiros, foi possível consolidar o projeto Cidadania Rural, como uns dos projetos mais solidários de Rondônia.

          Por outro lado, o que mais impressiona nisso tudo; e a capacidade de o projeto unir os colaboradores em torno da execução das especialidades planejadas, como por exemplo; a prefeitura que através de todas as secretarias, contou com mais de 50 colaboradores, Câmara Municipal, por uma deliberação dos vereadores, participou com mais de 26 servidores. O estado de Rondônia entrou com a força do: Idaron, Detran,Emater Policia Civil e Policia Militar/ Mirim,Medica clinica e um neurologista e somou com a participação das; cooperativas de créditos, faculdades, laboratórios, empresa provedora de internet- que permitiu e emissão de documentos em tempo real, seccional da OAB-Espigão, defensoria Pública, Receita Federal, Previdência Social, Associação de Grupo de Apoio aos Portadores de Câncer-GAPC,CRC- Rondônia, Ministério do Trabalhos, médicos particulares voluntários, sendo; um clinico especializando em neurocirurgião,fisioterapeuta e psicólogos,além de diversas pessoas físicas e jurídicas que colaboram anonimamente.

         E para tocar a alma e a mente dos presentes, também teve manifestações artísticas, culturais e esportivas, que marcaram presença significativa no evento. O professor mestre Moises, teve uma participação marcante com as criançadas do Karate, a fanfarra de Espigão, contou contou com a maestria do músico Agnaldo Viana, que ditou o ritmo do dia, e entrou na avenida emocionando os presentes com músicas e marchas. No momento entretenimento, os sortudos levaram pra casa, bicicletas novas sorteadas pelo DETRAN-RO.

     Ainda mais, a Escola Teobaldo Ferreira- receptora do evento, e liderada pelo diretor Amilton Alves, preparou sua equipe muito competente, e acolheu com grande esmero todos colaboradores e a população nas dependências do prédio educacional, proporcionando um local agradável para execução de todos os atendimentos realizados pelos especialistas que participaram do Programa Cidadania Rural e Saúde do Homem e da Mulher Rural.

.

           Segundo a Coordenadora do projeto Clerman Romio, na área da saúde foram realizados 855 atendimentos, em diversas especialidades: como por exemplo: PSA, exames de sangue, preventivos contra o câncer de próstata, Papanicolau, vacinas, neurologia, Glicemia e consulta com Clinico Geral, e já em outras áreas foram 750 atendimentos ; Cadastro Único da Assistência Social, informações sobre o programa Bolsa Família, emissão de Carteira de Trabalho, emissão de 1ª e 2ª via do RG orientações técnicas e jurídicas, atendimento de beleza e palestras por exemplo, ao todo, ultrapassou os dígitos dos 1600 atendimentos.

 “Ficamos muito felizes com adesão dos parceiros que vem aumentando paulatinamente a cada ano, sei que é necessário corrigir algumas falhas e avançarmos para um padrão de atendimento que a nossa população merece. A equipe médica, conseguiu diagnosticar uma paciente com problema de doença muita grave, que até então, ela pensava que estava bem de saúde, e desta forma, se o mutirão de especialistas juntamente com ajuda divina, salvar está paciente, tudo valeu a pena”.

    O dia da cidadania rural, também contou com a presença de vários expositores bem sucedidos, que são frutos da missão do SENAR.  Conseguiram emplacar, no tão disputado mercado de consumo, seus produtos advindos de suas pequenas propriedade rurais. Através dos cursos proporcionados pelo SENAR, receberam formação e foram promovidos socialmente, através da agricultura familiar. Colocaram em prática as  técnicas de produção e boas práticas no manuseio na produção,conseguindo desta forma, obter resultado satisfatório, atendo sobre tudo,  a exigência dos consumidores nas mais diversas camadas sociais.

               A equipe de reportagem conversou com do expositor, Aparecido Barbosa, conhecido popularmente como Edio do Peixe, proprietário do sitio Boa Esperança localizado na linha do Pacarana, a 12 km da cidade de Espigão do Oeste RO. Com aproximadamente 5 hectares de lâmina da água, comportada em 8 tanques ,beneficia em seu próprio frigorifico, 1.250 quilos de peixe por mês.Segundo Barbosa,o quilo do peixe beneficiado no mercado local, está sendo comercializado a R$ 10,00,(dez reais), desta forma, o faturamento do piscicultor e de R$ 12.500 reias por mês,  totalizando um faturamento anual de R$ 150,000, contando somente  com  a força de trabalho de sua família.

              Outro aspecto importante e de que; 70% da produção do peixe do senhor Edio,e vendido para a prefeitura de Espigão do Oeste , que proporciona garantia da venda da produção, além de uma alimentação saudável para jovens e crianças,trazendo um grande reforço nutritivo na merenda escolar. Já e os outros 30%, são vendidos no comercio local. “hoje sou feliz, trabalho com a minha família, ganho o suficiente para viver bem, tudo isso, graças ao SENAR que me proporcionou capacitação gratuita com instrutores preparados, que nos ensinou técnicas de uma forma teórica e com a mão na massa,” Conclui Edio do peixe.

             Outros expositores que obtiveram êxito com os cursos do SENAR  presente no dia da cidadania rural, foram os irmãos; João Bueno e Vicente da Fonseca, proprietários do sitio coqueiral, localizado na linha 5, a 6 km da cidade de Espigão do Oeste. Com a mão de obra, essencialmente, advinda do núcleo familiar,  cultivam aproximadamente 2.000 mil pés de cocos, e produzem em média 3.200 garrafas de 400 ml por mês. Segundo senhor Vicente, a garrafa e distribuído a R$ 3,00 no comercio local, atingindo um faturamento mensal de R$ 9600,00. Antes de tudo, parece importante informar, que o senhor Vicente, além de produtor rural, acumula a profissão de professor, concursado na rede estadual de ensino, versa seu labor entre as duas profissões, com muito amor por ambas às ocupações profissionais, e ainda sobra tempo para atividades religiosas e de recreação familiares.

              “Somos praticante de uma agroindústria sustentável, buscamos satisfazer a necessidade humanas, sem por em risco as fontes naturais de recursos que sustentam a vida e a terra. Por outro lado, como prova a diversificação da cultura, também produzimos; cacau, laranja limão, café e peixe. Através dos cursos oferecidos pelo Senar, unimos a técnica e a qualidade. Hoje o nosso produto, – Água de Coco Coqueiral, – e uma marca respeitada aqui na região, pois os nossos modos de produção, preconizam sistema de gestão sustentável, visando à produção de alimentos com qualidades. Neste particular, acreditamos que este e o caminho” concluiu Vicente da Fonseca.

Imprensa da Câmara: Jornalista Sidnei Gonçalves

Registro Profissional Jornalista: 1638/RO

Fotos: Evisson Borges

0 visualização
 
Endereço:

Rua Pitomba, nº1 Quadra B1

Nova Mutum Paraná,

Porto Velho - RO, 76842-000, Brasil.

Serviço de Atendimento ao Cliente

(69) 3237-3318

(69) 99608-1455