Comunidade em Foco

Por Andressa Rocha



Padre Carlos



Algumas pessoas demonstram seus talentos desde criança e já crescem querendo “ser” médicos, engenheiros, cantores, veterinários ou jogadores de futebol. Outros descobrem suas aptidões na juventude, como no caso de Carlos Antônio de Araújo, 46 anos, mais conhecido em Nova Mutum Paraná como Padre Carlos.

Padre Carlos saiu do Rio de Janeiro para fazer missão aqui em Rondônia por um período de três anos e em outubro deste ano, completará um ano em solo rondoniense.

Tudo começou quando ele trabalhava na igreja da sua comunidade com os jovens, quando um padre lhe disse que tinha vocação e o convidou para fazer parte da família eclesiástica e desde então, já passaram mais de 20 anos. Todo Padre é um cidadão, paga seu INSS, tem suas contas, recebe seu salário, mas isso não quer dizer que ser Padre é uma profissão, pois não tem carteira assinada, não tem nenhum contrato ou vinculo com a Diocese, tem vinculo com a instituição a partir de um chamado, o chamado de Deus.

Ser Padre é uma opção de vida, uma vocação, porque o trabalho desses servos não está ligado a dinheiro e sim ao prazer que eles têm em transmitir alegria para a sua comunidade. “Eu gosto do que faço. Tem as dificuldades, tem as limitações, tem os momentos de estresse, momentos de solidão, mas, eu gosto. E, aqui onde estou gosto mais ainda. Estou muito feliz por estar aqui e estou muito bem”, disse Padre Carlos sobre seu dia a dia.

O papel do Padre na sua comunidade é celebrar e não deixar que ela perca o rumo e entenda que o caminho será sempre Cristo. Ouvir, entender e tentar apontar caminhos também é função desse servo de Deus. É um trabalho de gratuidade, já dizia Jesus: “Você recebeu de graça, dá de graça”.

Segundo o Padre Carlos, a igreja caminha com a modernidade, mas de forma mais lenta por ter uma tradição de mais de 2 mil anos, e tenta de certa forma, com os seus padres, com as irmãs, com os projetos, com a catequese, auxiliar os jovens, as meninas, os casais, para que eles possam tomar a melhor decisão para as suas vidas.

E para fechar a matéria, Padre Carlos deixa uma mensagem para os moradores de Nova Mutum Paraná. “A mensagem que eu deixo para Nova Mutum é que os moradores gostem, amem o lugar que estão, porque se você não amar o lugar que você tá, você vai jogar lixo na rua, não vai cuidar da sua casa, não vai limpar seu jardim, não vai respeitar o vizinho… se você não ama o lugar que está, vai destruí-lo… Então, precisamos amar o lugar que moramos, porque não existe o paraíso na terra, paraíso é lá em cima só com Deus”.

#rondonia #ComunidadeemFoco #AndressaRocha #PADRECARLOS #RIODEJANEIRO

0 visualização0 comentário
 
Endereço:

Rua Pitomba, nº1 Quadra B1

Nova Mutum Paraná,

Porto Velho - RO, 76842-000, Brasil.

Serviço de Atendimento ao Cliente

(69) 99608-1455