Bolsonaro amplia de 25 para 28 servidores dedicados a 'vender' o agronegócio do País no exterior

Conhecidos como adidos, profissionais são selecionados pelo Ministério da Agricultura e possuem a função de abrir os mercados internacionais aos produtos agrícolas brasileiros

Com a medida, governo espera ampliar canais e a presença do agro nacional na Europa.