#BeInnovative: empresa de revestimento se torna referência em inovação e sustentabilidade

Nessa semana, a Apex-Brasil recebeu 19 representantes de empresas que participam do projeto Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global), uma parceria da Agência com o Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas, cujo objetivo é promover e apoiar micros e pequenas empresas brasileiras que têm diferenciais de inovação e sustentabilidade a se inserirem em cadeias globais de valor.

Na visita, os empresários participaram de uma oficina que apresentou diversos mecanismos de estímulo à exportação, desenvolvidos pela Apex-Brasil e seus parceiros. O Blog da Apex-Brasil aproveitou a oportunidade para falar com a empresária Rita de Cássia Carmona, diretora da Lap Mosaicos, empresa de revestimento em pedras de Limeira (SP) que se destaca pelo uso racional dos recursos naturais, presentes na estrutura da fábrica, nos processos produtivos e, principalmente, em seus produtos. Um bom exemplo de sustentabilidade e inovação, dois atributos presentes na campanha #BeBrasil. Confira a entrevista!

Como foi a criação da Lap Mosaicos?

Trabalho com construção civil há 20 anos. Vendia revestimentos no varejo. Mas sempre sonhei em oferecer um produto diferenciado, que surpreendesse o cliente que sempre estava atrás de produtos importados. Há sete anos, criamos a Lap Mosaicos.

E como se deu o interesse pela aplicação de atributos como a sustentabilidade na Lap Mosaicos?

A Lap Mosaico já nasceu com DNA de sustentabilidade. Sou engenheira agrônoma e sempre trabalhei com educação ambiental e conservação de matas ciliares. A empresa é mais um espaço onde aplico o que aprendi e o que eu acredito.

O que a Lap Mosaico apresenta de diferencial de sustentabilidade?

Em primeiro lugar, nos empenhamos em fazer uma produção de maneira responsável, com a conscientização e segurança das pessoas que trabalham no processo de produção. Não adianta ter um discurso se sua equipe não pratica o que você prega. O ideal é que o funcionário leve a prática da sustentabilidade para própria casa. Em segundo lugar, construímos uma fábrica que faz uso racional dos recursos naturais. Na fábrica, utilizamos 600 mil litros de água por dia. Quando fizemos o prédio, desenhamos uma planta com captação da água de chuva, uma cisterna com capacidade de armazenamento de até 30 mil litros e um sistema que trata e reaproveita toda a água que consumimos. Temos ainda uma cobertura translúcida, com proteção UV, que permite uma grande economia de energia elétrica e diminui significativamente o uso de iluminação artificial.

E no processo de produção? O setor de extração de pedras pode ser visto com olhos negativos no que diz respeito à sustentabilidade.

Meus produtos são feitos a partir de pedras naturais. Muitos podem achar que a extração da pedra é agressiva ao meio ambiente. Mas eu já tinha pesquisado quais as opções do consumidor para revestimento. Você pode pôr um carpete, um porcelanato, um piso vinílico, de madeira ou pedra. De todos esses, a extração da pedra natural é muito menos agressiva ao meio ambiente que os outros revestimentos, ainda mais da forma como nós trabalhamos esse material.

Você trabalha com as pedras recicláveis. Como é isso?

Quando é feita a extração de um bloco de rocha de uma montanha, mais de 40% do material é perdido no processo de corte e tratamento das chapas. Eu fui ver a produção em uma mineradora e percebi que essas sobras são jogadas fora. Vi uma utilização para esse material. Falei para o dono da mineradora que compraria esse entulho. Era tão barato disseram que me dariam de graça. Falei que não queria de graça, porque eu ia querer sempre. Pago pelo material um décimo do que pagaria em uma chapa normal.

E como o ICV Global tem ajudado a Lap Mosaicos?

Posso dizer que depois de participar do programa, a Lap Mosaicos se tornou uma referência para algumas empresas. Isso é fruto dos contatos que fizemos com diversos empresários no ICV Global, da troca de experiências que sempre são muito ricas muito ricas e das instruções que recebemos que sempre é muito positivo para a empresa.

Qual a importância da Apex-Brasil na atuação da Lap Mosaicos?

Sabemos que nossos produtos têm alto valor agregado e são diferentes dos mosaicos oferecidos no mercado, especialmente da China, que têm características mais simples. Nós esculpimos a pedra, mas não temos ainda uma maturidade exportadora. A Apex-Brasil tem nos ajudado bastante nesse sentido. Já participamos de algumas ações desenvolvidas pela Agência. Acho que o mais positivo é que nós, como empresários, muitas vezes pensamos que exportar pode ser difícil. Mas a Apex-Brasil oferece uma ajuda muito grande para o empresário, tanto na capacitação como na orientação. É uma das iniciativas que mais funcionam no Brasil. Quem tem interesse em expandir os negócios e colocar a exportação como estratégia da empresa pode encontrar um bom caminho procurando a Apex-Brasil.


Clique aqui e conheça do ICV Global

0 visualização0 comentário
 
Endereço:

Rua Pitomba, nº1 Quadra B1

Nova Mutum Paraná,

Porto Velho - RO, 76842-000, Brasil.

Serviço de Atendimento ao Cliente

(69) 99608-1455