Ansiedade: O mal do século

Por Ana Clara Dantas


Considerada a doença do mundo moderno, a ansiedade aparece de forma rápida e impiedosa. De acordo com estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), hoje, ela atinge 33% da população mundial.

“Ao se falar de transtorno de ansiedade, estamos falando de um estado patológico. E, patológico é qualquer estado que domina a vida mental, psicológica e física da pessoa, de tal modo que a mesma não consegue nem realizar as atividades comuns de sua vida e nem viver novas experiências. A pessoa, de certa forma, se sente “paralisada” quando vítima de um transtorno de ansiedade“, explica Mara Barella, psicóloga clínica.

Os transtornos de ansiedade tem cura, através de terapias com medicamentos e psicoterapias, onde a pessoa vai desenvolver outras formas de lidar com situações da vida.

Luiz Carlos Neme Martinez, 39 anos, procurou ajuda ainda jovem, com alguns sintomas provenientes da ansiedade como, dispersão, angústia, frustação e irritabilidade. “Descobri que era ansioso com 23 anos. Busquei a terapia sem saber o que me incomodava e lá entendi que a ansiedade era responsável por grande parte das minhas angústias”.

A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações. É uma doença que precisa ser tratada e o ideal é procurar ajuda profissional a partir do momento em que o distúrbio de ansiedade produz algum tipo de desprazer ou sofrimento, interferindo negativamente na qualidade de vida. “A ajuda de um profissional foi fundamental para detectar a ansiedade e encarar a luta para administrá-la”, disse Luiz Carlos.

Mara Barella ressalta que: “A ansiedade é um estado que sempre existiu em todas as espécies e, na história da humanidade, que viveu epidemias devastadoras de cidades, catástrofes naturais, luta pela sobrevivência diante dos perigos naturais (predadores, obtenção de alimento, etc.).

Atualmente, os fatores que causam ansiedade são outros, como sucesso pessoal, familiar, profissional, amoroso, a busca pela beleza estética padrão, de hábitos saudáveis, etc. Hoje, vivemos “a ideologia da escolha”, somos donos de nossa própria vida e só dependemos de nós mesmos para encontrar a felicidade e essa ideia de liberdade causa ansiedade em excesso.

Conheça alguns dos sintomas físicos da ansiedade:

  1. Taquicardia;

  2. Sudorese;

  3. Tensão muscular;

  4. Inapetência;

  5. Alteração de sono;

  6. Pensamento acelerado;

  7. Tremedeira;

  8. Boca seca;

  9. Aumento das secreções urinárias e fecais;

  10. Confusão mental;

  11. “Frio na barriga”;

  12. Dificuldade de concentração.

Se você perceber alguns desses distúrbios, não hesite, procure ajuda de um especialista que irá te orientar qual a melhor maneira de aliviar essa angústia constante.

“A ansiedade nunca fortalece você para o amanhã; ela apenas o enfraquece para o dia de hoje”– JOHN BLANCHARD

1 visualização
 
Endereço:

Rua Pitomba, nº1 Quadra B1

Nova Mutum Paraná,

Porto Velho - RO, 76842-000, Brasil.

Serviço de Atendimento ao Cliente

(69) 3237-3318

(69) 99608-1455